O eSocial foi mais uma vez adiado pelo governo federal e, agora, está previsto para janeiro de 2018 - o anúncio do novo prazo será feito pelo governo - mas as empresas de contabilidade não podem deixar de lado, os ajustes nos sistemas. 

"Tem que estar muito bem ajustado com a Caixa, o INSS e a Receita Federal. Evitar o erro é uma obrigação", diz o presidente do SESCON Rio de Janeiro, Lúcio Fernandes, em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, durante o Rio Info 2016, realizado de 04 a 06 de julho, no Rio de Janeiro. Assistam.

 

 

Fonte: ConvergenciaDigital